Menu Central

Propaganda Monumenta

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Count Old - A morte das estrelas - Demo 2010


Ano/ Year: 2010
Gênero(s)/Genre(s): Ambiente/ Black Metal
Temas Líricos/Lyrical Theme(s): Natureza, depressão, loucura, suicídio...
Origem/Origin: Nova Friburgo/Rio de Janeiro (Brasil)
Contatos do projeto/ Contacts of the project : Count Old

Execution List:
1 - A morte das estrelas - Parte 1 (A chegada do fim com...) 02:15
2 - A morte das estrelas - Parte 2 (Um novo caos) 12:16
3 - A morte das estrelas - Parte 3 (Eu espero com a minha estrela) 02:50
4 - A morte das estrelas - Parte 4 (Um nobre fim) 05:33
5 - Illa Tidandi (Burzum Cover) 09:47


Agradecimentos especiais para Fernando Count Old, idealizador do projeto que disponibilizou o link para download deste disco.

5 comentários:

  1. Eu é quem te agradeço pelo apoio e pela sua dedicação na divulgação e apoio aos meu trabalhos irmão.

    Conte sempre com o meu apoio em seus projetos e continue sempre sendo o cara dedicado que você é.

    Hail Outro

    ResponderExcluir
  2. Ótimo trabalho!!! feito nesta Demo,estou fazendo o download da Demo de 2009 "O cristianismo é um câncer cultural" (fica a idéia para o Outro fazer um post desta demo).

    ResponderExcluir
  3. Outro, eu acompanho este blog e a marcha desgraçada que também faço parte para o fim dessa doença chamada, vida..

    os projetos aqui são todos projetos reais e que admiro todos, principalmente o abismo.

    baixei esta demo do "Count Old" ..
    e nada vi nesse projeto, apenas clichês e mais clichês, isso é algo que pelo jeito o cara que é idealizador deste projeto, não o leva a serio, nada que passar com isso..
    só vi nesse projeto samples de vento e chuva.

    é lamentável que no meio de tantos projetos reais e verdadeiros, muito deles até mesmo mais reais que nós mesmos, esteja algo tão ruin e tão clichê..

    Sem falar em inúmeras outras coisas..

    fica aqui meu alerta para que esse espaço não se transforme em mais um espaço qualquer, como vários que existem cheio desses clichês imundos que rondam esses projetos..

    Espero que entendas meu ponto de vista irmão..



    Lepra - Recife,Pernambuco, Brasil.

    ResponderExcluir
  4. Saudações Lepra,


    Em primeiro lugar obrigado por se pronunciar neste espaço, é para isso que ele serve para expor pontos de vista e compartilhamento de idéias, para aqueles que merecem compartilhar algo. Todas as críticas a projetos serão postadas, contato que não soem como ataques pessoais ou resultado de alguma rixa que nada tem haver com o trabalho, assim como eu já tive o desprazer de ver em minha página.
    Eu respeito sua opinião sobre o trabalho, e peço que sempre opine em todos os trabalhos que gostar ou não.
    Para sugerir a mim, mais projetos ou para troca de idéias aqui esta o meu email: outroexperimentaloutro@hotmail.com
    Urros de um buraco na Paraíba a Pernambuco.

    Atenciosamente, Outro

    ResponderExcluir
  5. Gostei do Count Old!

    Não vi clichê nenhum, apenas vi um projeto bem original que mantem uma linha "Burzum" mas, com um toque pessoal do Idealizador do Count Old.

    O certo é isso, o músico fazer um som que lembre as suas raizes mas, sempre dando espaço para novas idéias e é isso o que eu vejo nesse projeto.

    Se o colega "Lepra" acha que Samples de chuva e vento é ruim isso vai do gosto de cada um. Um exemplo muito bom de banda que usa samples de desse tipo é a banda Moloch da Ucrânia que em um de seus trabalho "Spirit of Eternal Seasons" usa samples de raios, chuva e vento e mesmo assim não deixa de ser um trabalho muito bom.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...